• Richard Klevenhusen

GESTÃO FINANCEIRA PARA SALÃO DE BELEZA


Este assunto no passado não era considerado muito importante para os salões de beleza. Lembro bem de um chefe que dizia sempre: “Existem duas empresas que ganham muito dinheiro no Brasil: A primeira é um salão bem administrado e a segunda é um salão mal administrado”. Muitos donos de salões de beleza antigamente tiravam o dinheiro do caixa para pagar contas pessoais, ou seja, misturavam a vida pessoal com o a saúde financeira da empresa. Nos dias de hoje é impossível um salão de beleza conseguir obter sucesso sem uma boa gestão financeira. Não basta apenas pensar em aumentar o faturamento. Um bom controle das despesas e pagamento correto dos tributos é fundamental para garantir uma boa saúde financeira da empresa, bem como garantir o lucro necessário para perpetuar o negócio.

Para isso você precisa de 3 coisas fundamentais :

  1. Um bom CONTADOR: Ele vai orientar sobre a forma correta de legalizar a sua empresa e o pagamento correto dos tributos. O SEBRAE elaborou uma excelente cartilha denominada “PRÁTICAS DE EMPREENDEDORISMO PARA SALÕES DE BELEZA NO BRASIL”, onde você poderá obter todas as informações sobre Natureza Jurídica, CANAEs, Regimes tributários, Nota Fiscal, entre outros.

  1. Um bom SISTEMA DE INFORMÁTICA : Ele irá gerenciar todas as informações do seu negócio.

  1. Conhecer suas DESPESAS: Importante que você compreenda que as despesas do seu salão são classificadas de duas formas, que vamos abordar a seguir.

CUSTOS FIXOS

Imagine que o seu salão está pronto, mas ainda não inaugurou. Você estará pagando o aluguel, IPTU, contador, salário da recepcionista, entre outros. Estas despesas são denominadas CUSTOS FIXOS, ou seja, independentemente do faturamento do seu salão de beleza, elas existirão.

CUSTOS VARIÁVEIS

O seu salão inaugurou e você começa a ter faturamento. Automaticamente você terá que pagar tributos, comissões, produtos, taxa de cartão de crédito. Estas despesas são denominadas CUSTOS VARIÁVEIS, ou seja, elas ocorrem sempre que a sua empresa recebe algum valor pelo serviço prestado ou produto vendido.

Caso a soma dos custos fixos e variáveis seja superior ao faturamento da sua empresa, você terá prejuízo.

Caso a soma dos custos fixos e variáveis seja igual ao faturamento da sua empresa, você estará no ponto de equilíbrio.

Caso a soma dos custos fixos e variáveis seja inferior ao faturamento da sua empresa, você terá lucro.

Gestão também significa conhecer o seu faturamento. Antes de tomar uma decisão, você precisa analisar uma informação. O que é uma informação? Informação é um conjunto de dados.

O que quero dizer com isso?

Imagine que você perceba uma queda no seu faturamento. No “desespero” e sem analisar as informações disponíveis no seu sistema, você pode querer tomar a decisão de imprimir folhetos do seu salão e sair distribuindo na rua. Mas será esta a melhor decisão? Analisando melhor os seus dados, você pode se deparar com a seguinte situação no seu faturamento: todos os serviços crescem, mas a revenda cai. Você descobre então que durante meses a reposição dos produtos de revenda não foi efetuada de forma correta, gerando a falta de muitos produtos ao longo de meses, desmotivando a equipe a aconselhar os produtos para as clientes, bem como o desinteresse das clientes em comprá-los no seu salão de beleza. Vamos então tomar a decisão correta: ao invés de imprimir folhetos, vamos investir na compra de produtos !

#cabelo #SalãodeBeleza #setordebeleza #gestãofinanceira

© 2017 por GRUPO PARADISO.